O ambiente está bom em Alvalade, como há muitos anos não se via. Os resultados da equipa de futebol, líder destacado da Liga, ajudam e Ruben Amorim assume que isso também serve dentro de um grupo onde há muita juventude.

«O grupo é muito equilibrado entre juventude e experiência. A equipa técnica também tem atenção aos pormenores. Quando as coisas estão mais sérias, metemos o Quaresma lá para o meio e aquilo fica mais alegre; quando tem de ser mais sério, metemos o João Pereira a falar com o grupo e vamos fazendo a gestão assim», brincou.

O técnico apontou depois para os jogadores mais experientes, reforçando a ideia da importância dos bons resultados que a equipa tem tido.

«Os resultados ajudam muito e eles “jogadores” são muito amigos. O Adán jogou nos melhores clubes do mundo, Feddal num dos maiores campeonatos. Temos essa sorte, mas sobretudo, os resultados e as exibições ajudam», assume.

Já sobre o discurso que passa para fora de não assumir o favoritismo ao título, Amorim garante que isso não afeta a confiança dos jogadores.

«Não tenho dúvidas sobre a motivação dos jogadores. Estamos todos alinhados no mesmo pensamento. Eles jogam no Sporting, não há maior motivação do que essa», concluiu.

 

Sporting-Portimonense
Árbitro: Rui Costa
Assistentes: Nuno Manso e João Bessa Silva
4.º árbitro: Bruno Rebocho
VAR: Rui Oliveira
AVAR: Nélson Cunha